Atendimento ao Cliente

21. 2502-6198

Cupim

Problemas com Cupins no Rio de Janeiro? Chame a Sani System!

Conheça mais sobre essa praga:

Cupins Subterrâneos – Coptotermes gestroi

Causas do Problema
A invasão dos cupins subterrâneos nas construções das áreas urbanas deve-se a um desequilíbrio ecológico causado pelo desmatamento, a ocupação indiscriminada das áreas, pelo mau uso de inseticidas, aterros inadequados e por descuidos durante as construções. O cupim subterrâneo tem seu habitat natural na mata, retirando seu alimento de troncos e galhos de árvores mortas. Sua proliferação na mata é controlada por seus inimigos naturais, em particular, as formigas.

Sociedade dos Cupins
Os cupins vivem em sociedade na forma de castas, vivendo no núcleo do cupinzeiro o casal Real (Rainha e o Rei) com seus substitutos e os machos e fêmeas que são alados. Em trânsito entre o cupinzeiro e a fonte de alimentos – madeiras e materiais celulósicos – vem os soldados, obreiras e alguns substitutos, que, encontrando condições favoráveis, de umidade e celulose, ao longo do caminho, podem desenvolver subcolônias, inicialmente, vinculadas a colônia principal e após algum tempo se desvinculam tornando-se independentes.

O ciclo reprodutivo dos cupins subterrâneos se iniciam entre os meses de agosto/outubro com revoada dos sexuados que, após perderem as asas, buscam, preferencialmente, na terra um local úmido onde constroem a câmara nupcial e iniciam o acasalamento e, consequentemente, a formação de nova ninheira, podendo também criar a ninheira em vazios, ou caixões perdidos dos prédios.

Problemas Causados
Do cupinzeiro saem galerias em várias direções, com trânsito dos soldados e obreiras à busca de fontes de celulose que são extraídas pelas obreiras de madeiras ou materiais celulósico e convertida em proteína em seu intestino por ação de protozoários. Esse produto é levado pelas obreiras para o interior do cupinzeiro a fim de alimentar o Casal Real e todos os seus membros.

A situação se torna grave porque quando encontram uma parede de um imóvel caminham pelas fundações até encontrarem falhas na estrutura ou passagem dos dutos por ali entrando e construindo caminhos pelo vazio das paredes, falhas no assentamento dos azulejos, etc., vindo aflorar onde encontram madeira e umidade próximas, em geral em fundos de armário, rodapés, portais ou qualquer madeira em contato direto com as paredes ou pisos, e que ficam próximos a áreas úmidas dos banheiros, cozinhas ou área de serviço.

Cupim de Madeira Seca – Cryptotermes brevis
É um cupim que revela sua ação destruidora pela deposição periódica de grãos de tamanhos e cores regulares – são suas fezes.
As colônias do Cupim de Madeira Seca – Cryptotermes brevis, se instalam após as revoadas dos machos e fêmeas que acontecem entre os meses de dezembro a março de cada ano.
Após perderem as asas, os casais são formados e buscam nos móveis, portas, cadeiras, mesas e pequenas frestas ou buracos onde se alojam e desenvolvem uma nova colônia. Assim, um mesmo móvel ou peça de madeira poderá ter uma ou mais colônias de Cupim de Madeira Seca.

O tratamento visa a eliminação do Casal Real pelo emprego da moderna técnica de injeção de formulação composta por um agente gasoso inerte e um cupinicida que é levado até a Câmara Real. Com a eliminação da Rainha e do Rei, a colônia é extinta.

Cupim Syntermes sp – Cupim que habita o solo
De acordo com pesquisadores, os Syntermes sp são diferentes das demais espécies que forrageiam folhas mortas das pastagens. Este gênero forrageia cortando folhas verdes, lembrando formigas cortadeiras. Os cupinzeiros das espécies pertencentes a este gênero não tem uma camada celulósica definida, seus ninhos podem ser classificados em três tipos: 1) completamente subterrâneo; 2) subterrâneo, com um montículo formado por um amontoado de terra solta na superfície; 3) subterrâneo, com um montículo resistente e duro, aflorando a superfície. Para forragearem, estes cupins saem do ninho através de pequenos orifícios na superfície, e ao término, entram no ninho e obstruem os orifícios com solo.

Essa espécie de cupim observada por alguns pesquisadoresbrasileiros, (Biólogo – Walter Amorim) tem uma particularidade importante: podem escavar tão profundo, a ponto de desarticular a sapata de uma casa, podendo causar rachaduras, fissuras e até desmoronamentos de uma residência.

Cupim Arbóreo – Nasutitermes sp
O Nasutitermes sp é conhecido como cupim arbóreo e tem como característica formar suas colônias de forma exógena – visíveis em árvores ou arbustos na forma de um calombo ou de uma bola na bifurcação de galhos ou endógena – ocultas no interior de troncos ocos, em vazios de estruturas ou no enraizamento de árvores, dos quais saem as obreiras e soldados construindo galerias de cor marrom escura, quebradiça pelos troncos das árvores e arbustos, bem como, nos muros e paredes dos imóveis com destino, neste caso, ao telhado.

Share This