Atendimento ao Cliente

21. 2502-6198

Mosquitos

Problemas com Mosquitos no Rio de Janeiro? Chame a Sani System!

Conheça mais sobre essa praga:

Mosquitos, moscas, maruins e outros alados, periodicamente, infestam áreas comerciais e residências causando incômodos, podendo transmitir doenças aos homens e animais domésticos, como, dengue, encefalite, febre amarela, verminoses, filariose e outros.

A tarefa de se estabelecer o controle dessas infestações é árdua exigindo conhecimentos técnicos e o emprego racional de inseticidas em equipamentos adequados as condições ambientais e as dimensões das áreas a serem tratadas.

O nível de infestações é outro fator importante para se determinar a freqüência dos tratamentos e os tipos de equipamentos para a aplicação espacial de inseticida.

Equipamentos utilizados no controle:

Termonebulizador – equipamento que gera densa neblina de gotículas extremamente pequenas que se mantém algum tempo em suspensão no ar. Os alados colidem com as gotículas que aderem ao seu corpo liberando o inseticida que é vaporizado em uma mistura de óleo mineral ou água com o inseticida que é vaporizado em uma corrente de ar em alta temperatura. O encontro com o ar quente faz com que a mistura se volatelize e ao sair pelo bico do equipamento encontrando o ar condensa em micro gotículas mais leves que o ar com tendência a subir. O jato é aplicado em área com vegetação densa e nos horários em que os alados saem em voo. A aplicação do “Fog” pode ser feita, sem prejuízo de sua eficiência com dois veículos.

. Óleo Mineral: Fumaça mais espessa, não deve ser usado em locais fechados pela deposição de óleo sobre as superfícies, odor acentuado e polui o ambiente.

. Água: Fumaça menos espessa, pode ser utilizado em garagens, leve odor, não polui o meio ambiente. UBV – Ultra Baixo Volume (atomizador costal ou portátil) – O inseticida concentrado por processo mecânico é fracionado em pequenas gotículas, com diâmetro médio ao redor de 10 microns, que forma uma névoa fina que mantendo-se flutuando no ar colidem com os mosquitos em pleno vôo eliminando-os por contato.

Pulverização:

De plantas:
É feita a pulverização com óleo de Neem nas plantas periféricas aos imóveis com a finalidade de se eliminarem os mosquitos em repouso e serem ainda criadas áreas de repelência. Por ser derivado de plantas o Neem não causa nenhum dano à vegetação.

Larvicida:
Identificação e pulverização dos focos com larvas de mosquito, aplicando o larvicida nos locais com água parada, ralos, depressões de terreno, canaletas, etc.

Importante:
a) Periodicidade – dependendo do nível de infestação, da época do ano e das condições ambientais é orientado um cronograma dos tratamentos.
b) Cuidados preventivos – a equipe técnica da Sani System orienta os moradores com medidas simples e práticas, eliminar os possíveis focos de deposição de ovos dos mosquitos e a instalação de armadilhas no interior para captação dos adultos.

Share This